História de Mandaguari

A cidade paranaense de Mandaguari foi fundada na década de 1930 pela Companhia de Terras do Norte do Paraná, instituição colonizadora responsável pela criação de diversos municípios do norte do Estado, através da venda de loteamentos de terrenos da localidade. Os preços relativamente baixos das terras roxas e férteis da região atraíram imigrantes de outros estados brasileiros e, até mesmo, de outros países, como Alemanha e Portugal. Dessa forma, em 1935 teve início a colonização do local e o estabelecimento do povoado de Vila Vitória, nome que mais tarde foi substituído por Lovat, em homenagem a Lord Lovat, um dos antigos diretores da companhia colonizadora.

O vilarejo teve um rápido desenvolvimento regional a partir da produção cafeeira local, que era a sua principal atividade econômica entre as décadas de 1950 e 1970. O crescimento acelerado da região também deve-se à presença da Companhia de Terras do Norte do Paraná, que mobilizou e impulsionou a cafeicultura na localidade, consolidando a economia do lugar. Dessa forma, isso fez com que grande parte de sua população se deslocasse para o campo em busca de um vida melhor.

Durante a sua fundação, o território da vila de Lovat pertenceu ao município de Londrina. Porém, em 1943, sua posse foi transferida para a cidade de Apucarana e somente em 1947, o vilarejo recebeu a sua autonomia e o novo nome Mandaguari, em referência a um ribeirão que havia na região. Três anos depois da sua independência política, o município foi considerado o segundo mais populoso do Paraná, ficando atrás apenas da capital do Estado.

A cafeicultura foi a principal responsável pelo aumento da população de Mandaguari. Entretanto, aos poucos as plantações de café começaram a ser substituídas por fazendas de gado e de outros produtos, abrindo espaço para outras atividade econômicas, como indústria e o comércio.

 

Fonte: IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

          AJARDO, S. Colonização e a formação econômica do município de Mandaguari-PR. Rev. Ciên. Empresariais da UNIPAR, Umuarama, v.7, n.1, jan./jun. 2006.

            FERREIRA. João Carlos V. Municípios paranaenses – Origens e Significados de seus nomes. Curitiba: Secretaria de Estado da Cultura do Paraná, 2005.

Serviços LogosBr Webmarketing Criativa Ciatour Embratel Site sob medida